ESSE BLOG NÃO PERTENCE SÓ AO POETA, ELE É DE TODOS NÓS

sábado, 18 de maio de 2019

Saudade


Saudade
Saudade e seus sonhos
Todos os pontos do encontro
E os pelos excitados
Assumem de pronto
a esperança na prontidão
deixa para lá o tanto faz
a subserviência ao receio
e o desbunde  do recreio
presente,  gosto com conforto
imigrar para cá
o que sente ser de cá
a lembrança abranda
carinho que afaga memória
sentidos pulsam sem história
encontro da jornada e o feito
testemunha ocular da mente
sentinela e seu  mirante
contra a intransigência do medo
e a catraca de suas duvidas
Acende a luz do candelabro
Fome da esperança
Alimentada por outrora
Desde quando fumaça
Remete como uma prece
E mente para não ser demente
Porque o sonho se faz presente
Burlando a causa e efeito
À o pleno do primeiro abraço
Faz da memória façanha
E as entranhas estão apostas
Para sorver na fonte
O destino é o passeio
A emoção o estreito
Como encontro das águas.
Que escorrem pelos olhos
E os peitos se aquecem
Com o coração com coração.
SÉRGIO CUMINO – Poesia , flor & Pele

Um comentário:

  1. ELIZABETE NASCIMENTO18 de maio de 2019 14:14

    Em suas palavras viajo por emoções que sinto quando está longe e meus pensamentos te buscam no anseio do seu retorno. Saudade gostosa com a certeza que logo, logo será chama de carinhos.

    ResponderExcluir