ESSE BLOG NÃO PERTENCE SÓ AO POETA, ELE É DE TODOS NÓS

terça-feira, 30 de março de 2010

BORBOLETAS


BORBOLETAS

A união de pontos

o colar de suores

crescente do festival de Eros

presente mulher de formas e magia

o confuso jeito de o meu assumir

é o inicio do baile

de entrelaçar de pernas

a coreografia da digna postura safada

é ter presente como ilusório

o calor como um sonho

penetrando atroz, feroz, atriz

na minha corrente sangüínea

Mas a felina com seu discurso

sereno pisa na grama e me abraça

dona de uma cabeleira mística

suave como uma canção ritualística

preguiçosa mas anárquica

De fazer carícias suspirarem

— deixa-me ir onde o Estado

moral e poder, viram fuligens

quando nós borboletamos na neblina

e a noite se vai para dormir nossos sonhos



SÉRGIO CUMINO

6 comentários:

  1. Sergio
    Sua sensibildade e capacidade em escrever
    são absolutamente extraordinárias
    Um poema lindo...sentido
    Seus textos maravilhosos não me fez só sua fá mas tambem sua seguidora
    Um beijo carinhoso

    ResponderExcluir
  2. SÊ FELIZ, QUE A FELICIDADE
    É UM DOM DA MOCIDADE
    É ALGO QUE O CÉU NOS NOS DEU
    SÊ ALEGRE,QUE A ALEGRIA
    FAZ PARTE DA POESIA
    QUE O BOM POETA ESCREVEU
    SÊ SOBRIA, QUE A SOBRIEDADE
    LEVA UM SER DA SIMPLICIDADE
    A SER UM ALTIVO - IPÊ
    MAS ANTES DE TUDO NA VIDA
    SÊ UMA PAGINA FLORIDA,
    SÊ SIMPLESMENTE - "VOCÊ"

    ResponderExcluir
  3. claudia campello6 de abril de 2010 17:01

    esse poema traz miriades
    a dançar na imaginario do ser amado.

    bjs

    ResponderExcluir
  4. Quanto mais leio suas poesias mais encantada fico!!Deus te deu um lindo e acariciante Dom :A Poesia!!

    ResponderExcluir
  5. me deixa borboletear, mas não me solte por aí sem música, toque antes a valsa da vida e que essa vida se transforme em mim. e que esses sonhos sempre estejam em mim. conceição

    ResponderExcluir
  6. ESTOU FASCINADA COM A NOVA LINGUAGEM DESSE AUTOR..UMA FORMA SIMPLISTA DE ESCREVER , MAS COMPLEXA NO ENTENDIMENTO DE EMOÇÕES. ESTAMOS PRECISANDO DE COISAS COM ESSE TEOR, ESTAMOS COM SEDE DE POESIAS...SEDE DE AMOR !
    PARABÉNS SÉRGIO CUMINO.

    ResponderExcluir