ESSE BLOG NÃO PERTENCE SÓ AO POETA, ELE É DE TODOS NÓS

sábado, 7 de julho de 2012

ENTRELINHAS

ENTRELINHAS

Entre as partes quero arte
A dança do abraço
Alegria na face
Do teatro de revista
Suas projeções tesas

Entre a arte quero beijo
Em quente laço
E o encanto que vejo
A deixa leve como passe
Nas pinceladas do artista

Entre o beijo quero ternura
Alocaremos a mesa
Postada a sua doçura
E o amor aos pedaços
Goiabada com queijo
Tudo que abocanhasse

Entre a ternura quero luz
Aquela que indica a pista
Ao som ritmo blue
Ensina a arte da destreza
Movimento e toda candura
Envolvemo-nos como cachos

Entre a luz quero bojo
Em rendas de destaque
Caixa de pandora seu estojo
E tudo dentro dela ouriça
É o encanto que te traduz
De sua luz e beleza

Entre o bojo quero sorver
Envolvente quando dura
Gostoso sentir ser
Com as vibrações do baixo
Sensualidade que arremate
Esta na qualidade do jogo

Entre sorver saboreio a boca
De encanto minimalista
Doces vontades loucas
E tantos desejos que produz
Faz dos seus mamilos cerejas
Desejo da mulher madura

SÉRGIO CUMINO

8 comentários:

  1. Ola lindo poeta!!aqui estou para lhe dizer mais uma vez,que não tenho palavras para decifrar tão linda poesia,só posso dizer obrigada por me dar tão grande previlegio de compartilhar com vc dessa maravilha..parabéns..eque seja cada dia mais iluminado por Deus..beiosssssss

    ResponderExcluir
  2. Realmente , vc como sempre se superando com suas citações, conseguindo deversificar sua forma de escrever, sempre marcantes, decifrando com detalhes os desejos de nós mulheres, e td que torna nossa vida mais feliz... parabéns meu amigo irmão poeta

    ResponderExcluir
  3. Enquanto leio suas entrelinhas capto o desejo nelas revelados
    Um beijoooo

    ResponderExcluir
  4. socorro guerreiro8 de julho de 2012 19:21

    pode entrar em nossas almas ,vasculhe cada pedaço de nossos sonhos,adoramos ser sua inspiração.

    ResponderExcluir
  5. Poema estilo Jack, o estripador.. todo em partes! rs
    Tem arte, tem música, tem dança, tem teatro, tem beijo, tem ternura, tem comida, tem o bojo de um soutien.. rs
    Tem luz, tem vontade, tem até cereja no topo do poema!
    Desculpa pela brincadeira poeta, mas vejo esse poema como um bolo completo... Uma festa maravilhosa! A festa da mulher madura... Você captou todos os detalhes, como faz uma anfitriâ zelosa... A-do-rei!!!

    ResponderExcluir
  6. Nadir da Silva Marçal14 de julho de 2012 14:19

    Apetece, desliza e delira por versos e frases. o encontro e encanto de uma alma feliz, adocica por passagens e percorre sua tênue felicidade de delatar cada sentido do amar aquela que se joga em seu querer maduro. Assim é o decifrar e o delatar um sincronismo de querer verdadeiramente.

    ResponderExcluir
  7. Este é o meu desejo!Entre as partes quero:arte,beijo,ternura,luz,sorver e saborear a boca.Lendo seus versos,descobri meus desejos.Vc é maravilhoso! BJS.

    ResponderExcluir
  8. LINDO MEU POETA DOS SONHOS,VC É MARAVILHOSO.ÉS O MÁXIMO.TE ADORO.BJS

    ResponderExcluir