ESSE BLOG NÃO PERTENCE SÓ AO POETA, ELE É DE TODOS NÓS

quarta-feira, 20 de junho de 2012

BANHO QUENTE

BANHO QUENTE

VAI DEMORAR?
A voz entra num sonho
Pelas aromáticas brumas,
Na umidade do vapor
Como uma nota ao fundo
E em meio tantas graças musicais
Um respiro do realejo
Na liberdade do pudor
Atento a aquela nota
E volta do passeio da mente
Surge a resposta

JÁ VOU!
Vou para onde?
Em meio a tantas imagens sensuais
Pensamento indaga
Volta ao sonho,
Que se despe para um caminho dourado
Vai até onde o inimaginável estiver
A idade de ouro
Como Quixote que afaga
A alma do espirito
Espuma do banho.

CHOVE LA FORA
A chuva anunciando o inverno
E com o corpo livre
Aquela voz real virou cenário
Indo onde o cosmo quiser
Amar não tem calibre
Vai além da constelação de Touro
Na poesia do eterno
Nos arcanjos de baralho mouro
Nosso amor alado
Aquela voz real virou imaginário

(AGORA BATEM)
Essa percussão minimalista
De pouca rítmica
Mas muita emoção
Torna uma sinfonia
Das três batidas
Como do amor bufão
O Moliere de cada dia
A pausa dramática
De um momento intenso
E um tesão intimista

VAPOR DAS AGUAS
À vontade atiço
E tudo que inspirou
A lingerie de rendas
E aquela que tirou
O desenho no  espelho
E  a respiração intensa
Enxágue e o feitiço
Apaixonado apurou
Esse sentir deliciado
Com querer Castiço

MORREU AÍ DENTRO?
Sim mortes maldosas
Sabe da minha morte?
Ficou explicito
Que algo expirou
Outro lado de mim sabe
Vivencio novo gosto
Aberto a toda sorte
Como sorriso de menina
Cheio de inocência atrevida
Maturidade gulosa


SERGIO CUMINO

7 comentários:

  1. Nossa poeta, agora vc se superou, nessa sua nova forma de escrever, descrevendo coisas do cotidiano, do dia a dia, mas com tanto carinho e riqueza de detalhes... parebéns... maravilhoso

    ResponderExcluir
  2. querido Sergio!!a cada poema vc nos surpreende..mais e mais, com conteudos emocionantes e profundos, maravilha..parabéns meu poeta amado..beijusssssssss

    ResponderExcluir
  3. Nadir da Silva Marçal21 de junho de 2012 09:13

    Banho que harmoniza. Quente de preferência, é aquele que desperta a atitude de revelar anseios dos corpos emergentes e ansiosos.Delicados e harmoniosos são os pensantes devaneios que tintilam nas mentes expostas as volúpias do sentir. Aflitos e insistentes chamados são como sempre um modo de despertar a realidade que quer provocar nosso delírio. Afagos é o que deve ser tornado nesse banho simbolico de amor musicado.

    ResponderExcluir
  4. quando diga que vc me surpreende é porque é verdade,cada palavra não
    encanta só a me, e sim a nos mulheres com gosto de fruto maduro.se encanta com seus nimos.amamos vc poeta do mundo.do nosso mundo encantado de mulher.

    ResponderExcluir
  5. Vejo aqui o poeta se inovando... Na vida e no estilo de sua poesia... A água que banha e renova... A vida real como inspiração para a arte! A poesia vista como uma peça de teatro, em vários atos... A prova do artista completo: poeta, ator, diretor de teatro, homem maduro que 'ama' acima de tudo... Acho que o poeta deveria colocar uma placa no seu banheiro: "Não perturbe! Fazendo poesia!"..rs Maravilhosa!Como toda a sua obra!

    ResponderExcluir
  6. Lindíssima meu poeta!!! Realmente, esta poesia está bem diferente das demais! A superação do poeta é escancarada e inovadora na foram de expressar sentimentos, desejos...
    Concordo com a Yara quando diz que expõe seus sentimentos em forma teatral na representação do real... E de forma tão fascinante!
    Te amo meu poeta.
    Beijos...
    Mara

    ResponderExcluir
  7. Um misto de desejo e vicio ... Maravilhoso !!! Parabéns meu Poeta .


    Juvana !!

    ResponderExcluir