ESSE BLOG NÃO PERTENCE SÓ AO POETA, ELE É DE TODOS NÓS

quarta-feira, 31 de maio de 2017

INTUIÇÃO E SEU LEGADO


INTUIÇÃO E SEU LEGADO

Coisa essa que acende
De lucidez inconveniente
Chega como uma pena
para redesenhar o pensar
incluindo novos traços
que não podia imaginar

Sem ninguém consultar
Chegou chegando
Nem por isso ficando
Fulgor nada previsível
De inibido ao atrevido
Faz-se o talhar a razão

Entregue a essa levada
Que atribui à argúcia
Surpreende a impressão
Por anteceder a primeira
Quando pede que fica
Mesmo que subverta.

De fato um  dilema moral
Que deixa o bom senso
Numa quina de bico
Indaga: O que faço?
Surge de pronto decidido
Sem tempo de pensar o passo

Água de corredeira
Corre até que veja
Já não é a mesma cascata
Principalmente que ponderava
Aguou o que era intenção
Germina para hesitar

E o que era certo
pretexto  torna duvidoso 
robusta a se refinar
num campo de repouso
onde o bruto se depura
a imagem se revela

E a dialética da alma
entra em seu curso
subverte a opinião formada
o que supunha  certo
vem aviso a evitar o precipício
 da saudosa boa intenção

Pura com a força da ruptura
abarca o rumo colorido
subvertendo o cinza pensado
vai ver lá na frente
a bem da verdade
a intuição e seu legado.

SERGIO CUMINO – PCD – POESIA COM DEFICIÊNCIA 


Nenhum comentário:

Postar um comentário